O autor

Blog FLOW

Compartilhe

Saiba como se aprofundar sobre sua trajetória profissional durante a entrevista


Entenda porque é importante valorizar na entrevista sua trajetória profissional.

 

O perfil das vagas disponíveis no mercado corporativo mudou significativamente nos últimos três anos. Na fase da economia em ascensão, as posições estavam muito atreladas à expansão dos negócios. Com a crise, a agenda das empresas se voltou para a máxima eficiência, fazendo as companhias buscarem profissionais preparados para lidar com – e gerenciar – as adversidades.

 

Neste cenário, segundo o headhunter da FLOW, Gregori Birnie, o mercado tem demandado executivos altamente perspicazes para fazer diagnósticos, influenciar pessoas, liderar movimentos de transformação, além de criar e acompanhar indicadores que demonstrem os resultados dos seus feitos na posição.

 

Executivos com esse perfil que estão dispostos a olhar para as oportunidades do mercado, provavelmente, passaram ou passarão em breve por processo seletivo. Mais do que disponibilidade de agenda e energia para investir nas etapas do processo, é preciso se organizar para a entrevista. “Uma entrevista de qualidade parte da premissa de que atribuição passada não é garantia de desempenho futuro”, explica o headhunter.

 

Elabore seus relatos para a entrevista 

 

Candidato preparado para encantar o entrevistador atenta-se para a necessidade de refletir sobre fatos e dados que construíram sua trajetória. Birnie afirma que não basta apenas expor o resultado de uma ação ou de um projeto. Deve-se mostrar como tal resultado foi alcançado e qual papel o profissional teve no processo.

 

Considere um diretor de marketing de empresa multinacional. Na entrevista, ele conta que, no período da sua gestão, a organização registrou amento de market share, devido à mudança na estratégia de distribuição. A melhor forma de relatar essa realização passa, segundo Birnie, por questões, como:

 

porque considerou necessário mudar a estratégia

o que foi feito operacionalmente para que a mudança, de fato, ocorresse

quais processos foram implementados e quais foram alterados

 

Entrevistador preparado para identificar as novas lideranças da companhia preocupa-se em levantar esse tipo de informação. O objetivo é sempre entender as principais realizações do candidato nos projetos dos quais ele participou ao longo da carreira.

 

Fuja da entrevista do “CV falado”

 

Perceba que essa abordagem é bastante diferente da entrevista do “CV falado”, ou seja, aquela na qual o entrevistador faz o candidato reproduzir o que, em geral, consta no currículo, como onde se formou, onde trabalhou, cargos que ocupou e as atribuições que assumiu.

 

“Nesse modelo de entrevista tradicional, dificilmente consegue-se avaliar o protagonismo do executivo nos projetos que ele conduziu. Tão pouco é possível analisar se o candidato é o profissional ideal para a vaga em aberto”, constata.

 

Portanto, o executivo que estiver preparado para atuar de forma proativa nos processos seletivos mais estruturados e maduros certamente terá mais chance de ser visto como o melhor candidato pelo entrevistador.

 

 

 

 

 

 

 

Crédito imagem: Designed by Pressfoto / Freepik